Acompanhe-nos

Facebook - Clique para acessarGoogle+ - Clique para acessar

Clique para ser atendido ou deixar uma mensagem.

Clique Aqui que ligamos para você

Atendimento

09:00hs às 18:00hs

Você sabe o que faz um social media?

07 Agosto 2019
Você sabe o que faz um social media?

Seguindo nossos posts sobre os profissionais do marketing digital, o contemplado de hoje é o social media, ou analista de mídias. Há alguns anos, essa profissão sequer existia, mas as redes sociais permitiram que ela se tornasse um dos cargos fundamentais em uma agência e para o sucesso de qualquer empresa que esteja presente na internet. Mas fora das agências, a profissão de social media ainda não é tão compreendida assim. Quem é já está a acostumado a ouvir das pessoas coisas como “o que você faz de verdade?” e “você só fica no Facebook?” Se você ainda pensa dessa forma, é muito importante que continue grudado no texto! Vamos lá?

Qual é a função de um social media?

As empresas sabem que passamos uma generosa parte do nosso tempo na internet, consumindo informação a cada segundo. Por isso, elas sabem também como é importante possuir presença digital, investindo cada vez mais em estratégias de marketing digital para serem vistas, seja em sites, blogs, redes sociais etc. Se você já acompanha nosso blog, deve saber que cabe à uma agência de marketing digital, como a WB, cuidar para que isso aconteça. Mas o responsável, de fato, que bota a mão na massa nessa hora é o social media.

Ele é o profissional responsável por garantir essa presença perante o público, estabelecendo um relacionamento com ele. Ele monitora e gera conteúdo para os canais de uma empresa. Precisa estar sempre antenado às novidades do mercado e das redes (não é só postar meme, viu!?), e cuidar do planejamento estratégico e análise de resultados.

Um bom analista de mídias utiliza de todos os recursos disponíveis, como imagens, textos, vídeos e o que for necessário para que esse público receba conteúdos por meio dos canais da marca. Ele cria, posta, interage e verifica os resultados a fim de criar ações cada vez mais certeiras.

As universidades brasileiras ainda não começaram a acompanhar a demanda de novas profissões da era da internet, e o que se ensina a respeito de análise de mídias é algo bastante superficial, sendo necessário recorrer a cursos ou, como infelizmente acontece na maioria dos casos, aprender na prática. É comum que venham das áreas de jornalismo, publicidade ou marketing.

Em quais redes ele trabalha?

Cabe a ele dizer em quais redes a empresa deve estar presente. As redes mais comuns e até mesmo obrigatórias são Facebook e Instagram. Cada uma tem seu objetivo, que deve ser muito bem pensado. As grandes marcas também apostam no Twitter, que estabelece uma comunicação curta e direta, sendo um dos meios preferidos do público para atendimento e solução de problemas.

O social media deve saber utilizar cada recurso que essas redes oferecem, como o Instagram Stories e até mesmo os bots de saudação do Messenger. Algumas marcas podem ter um destaque maior no Pinterest, no Linkedin ou no YouTube. Tudo depende do objetivo, da produção e da linguagem do conteúdo

Como ele trabalha?

Ele abraça funções que envolvem conhecimentos de assessoria de imprensa, publicidade e marketing. Por ter que trabalhar com todo tipo de mídia, ele precisa ter uma boa noção de como elas são produzidas e como deverão impactar as pessoas, além de ter boa escrita e saber comunicar-se com o público, pois é com base nessa comunicação que ele terá mais informações para os próximos conteúdos.

Tudo é feito com base em planejamento, de forma com que as postagens sejam feitas em um momento de mais alcance, garantindo mais relevância e impacto. Existem diversas ferramentas úteis que auxiliam o social media nessa hora, como o MLabs e o Etus, que contam com calendário sazonal, relatórios sobre o desempenho das redes e o mais importante: o agendamento discriminado para cada rede, pois cada uma possui seu formato e suas particularidades.

Como ser um social media?

É uma profissão que precisa de constante estudo e busca por novidades. Muitos cometem o erro de achar que trata-se apenas de postar qualquer coisa e achar que a empresa vai começar a lucrar. O fato é que, independente da formação acadêmica, o analista de mídias deve amar as redes sociais e conhecê-las a fundo, pois entender como atuar em cada uma delas é de extrema importância para uma estratégia de marketing digital efetiva. Tem também a parte mais burocrática, que são as métricas, dados sobre o cliente ideal e números, além da expertise na hora de fazer a gestão de crise.

Então, se você tem interesse em atuar na área, deve ter, em primeira mão, conhecimento sobre redes sociais, tecnologia, comunicação e, claro, vontade de aprender.

O que se espera de um bom social media?

É uma profissão tão volátil que o que era esperado dela há um ano pode não ser mais o ideal para hoje. O analista de mídias passou a estar mais inserido nas estratégias e agora precisa estar ativo aos objetivos de negócio e comunicação da marca. Ele precisa:

Ser bom com números

Muitos acham que é uma profissão “de humanas”, onde apenas a criatividade basta. O profissional analista de mídias precisa mensurar tudo o que vê nos relatórios, por isso precisa estar familiarizado com números. Cada rede possui suas métricas — muitos seguidores pode ser algo bom para uma determinada rede e não fazer tanta diferença para outra —, e cabe ao social media analisar todos esses dados discriminadamente, para que os números façam sentido.

Conhecer a empresa a fundo

O social media não é aquela pessoa que fica lá no seu canto, com a cara vidrada no computador ou smartphone: ele tem que entender os processos internos da empresa, o que e como ela produz, como ela vende, entrega, como ela se comunica com seus clientes e fornecedores, até mesmo a sua história, seus valores e posicionamentos, algo ao qual os clientes tendem a se apegar muito.

Focar em resultados

Não cabe a ele apenas produzir conteúdo. As redes sociais tornaram-se muito complexas, cheia de funcionalidades e surpresas ocultas para o grande público, que precisam ser dominadas para que o conteúdo seja entregue com efetividade. Hoje, todas as redes entregam menos conteúdo orgânico (que não é patrocinado) para os seguidores. Por isso, além de produzir algo relevante, é necessário pensar em como levá-lo ao público e gerar engajamento.

Ser amigo da tecnologia

Ter uma boa relação com a tecnologia é imprescindível para o social media, principalmente se essa relação for séria e duradoura. Aplicativos, gadgets e demais ferramentas são os seus melhores amigos. É importante saber fazer edição de foto e vídeo, saber manusear uma câmera, buscar novas formas de produzir, utilizar aplicativos que facilitem o trabalho e coisas do tipo, além de estar sempre atento às novidades que o mercado oferece, que não são poucas.

No mercado tem quem saiba um pouco de tudo e tem quem seja melhor em determinado segmento. O que importa é ser bom no que faz, pois dessa forma, todo mundo garante o seu espaço!

Este conteúdo foi útil para você? Deixe seu comentário, curta e compartilhe; seu feedback é muito importante para nós. E não se esqueça de assinar a nossa newsletter. Até a próxima!

Faça Agora o Diagnóstico de Marketing Digital da Sua Empresa

Veja Também:

Alguns de Nossos Clientes

Show de Negócios
Ferpam Solar
Birô de Campanha
Nayara Ferreira
Painel Tocantins
CESTE - Consórcio Estreito Energia | Usina Hidrelétrica Estreito

Últimas do Blog

Fique por dentro das últimas postagens do nosso Blog

WB Web - Marketing Digital | Parceiro Oficial do Google APPS for Work

WB Web - Marketing Digital

Clique para acessar nossa página no FacebookClique para acessar nossa página no Google+